Acabamento Decoração

Vinílico ou Porcelanato: entenda as principais diferenças!

vinílico ou porcelanato

Decidir o revestimento para o piso da sua casa é uma tarefa que pode trazer muitas dúvidas. Afinal, existem várias opções de estilos, cores, texturas, matérias-primas e acabamentos: entre vinílico ou porcelanato, qual escolher?

Antes de tudo, é preciso levar em consideração o ambiente onde o revestimento será aplicado e, é claro, o seu gosto pessoal. Neste post, vamos explicar as características, vantagens e desvantagens desses dois tipos de pisos muito usados em residências. Acompanhe e entenda!

Saiba o que avaliar

O primeiro passo para escolher o tipo de piso ideal é avaliar aspectos como conceito e estilo da decoração, medidas do ambiente, se é interno ou externo e qual será o uso do espaço.

Durabilidade, instalação, manutenção, modelo e preço também são fatores importantes que devem ser levados em conta. Hoje você sairá daqui sabendo se quer vinílico ou porcelanato.

Feito isso, vamos às diferenças!

Porcelanato

O porcelanato pode ser usado em ambientes internos ou externos: fachadas, calçadas, cozinha, banheiro, sala e quarto. Também pode ser aplicado em bancadas, mesas e nichos, oferecendo uma decoração mais moderna e sofisticada. É recomendado para lugares com alto tráfego e áreas molhadas.

São vários tipos disponíveis: polido, acetinado, esmaltado, lapado, full hd, full hd polido e rústico. Para a limpeza, deve-se utilizar produtos neutros e evitar a cera.

A instalação é rápida, mas requer a regularização do contrapiso antes da aplicação. O preço e a mão de obra para o assentamento costumam ser mais elevados que os de revestimentos comuns, como a cerâmica. Normalmente, o preço do m² varia de R$ 40 a R$ 180.

Vantagens

O porcelanato é versátil e oferece uma variedade decorativa: há placas em diversos tamanhos, cores e texturas. É possível encontrar peças inspiradas em elementos como pedra, madeira, metal, cimento, couro e tecido.

Possui alta resistência à abrasão, durabilidade, uniformidade e impermeabilidade.

Desvantagens

Por ser um piso frio, não oferece conforto térmico em ambientes que precisam ser mais aconchegantes, como quartos.

Trata-se de uma superfície escorregadia (com exceção do porcelanato rústico), o que pode dificultar a locomoção de crianças, idosos e pets.

Vinílico

Também chamado de PVC, o vinílico é um piso ecológico, produzido a partir de plásticos reciclados. Oferece bom desempenho termoacústico e toque agradável. Pode ser encontrado em três versões: manta, régua e placa.

Ele pode ser aplicado sobre outro piso (com exceção da madeira e do cimento queimado). Ou seja, é uma boa opção para quem precisa de uma reforma rápida.

Além disso, é mais indicado para ambientes internos. Áreas externas e úmidas, como o banheiro, não devem receber esse tipo de revestimento, pois a umidade compromete o desempenho da cola.

As peças têm várias cores e formatos, com espessura de 2 e 3 milímetros. A aplicação não precisa de argamassa, já que é feita com cola. Por isso, a instalação é fácil, rápida e limpa.

Vantagens

Esse revestimento é antialérgico (não retém poeira) e livre do ataque de traças ou cupins.

Seu toque macio proporciona conforto e a manutenção é feita apenas com um pano úmido. Não mancha e é resistente à queima de cigarros e fósforos. O preço do m² vai de R$ 50 a R$ 170.

Desvantagens

O vinílico não pode ser aplicado em áreas expostas direta e continuamente ao sol. Também não é recomendado colocar móveis pontiagudos sobre a superfície, pois podem marcar o piso. Sua durabilidade é de, no máximo, 15 anos, necessitando de uma nova aplicação após esse período.

Mais do que apenas entender as diferenças entre o vinílico e o porcelanato, é fundamental buscar um fornecedor de qualidade para garantir a segurança e os bons resultados da sua obra.

Quer uma mãozinha para começar? Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo a encontrar o modelo ideal para a sua casa!

Deixar comentário.

Share This
/* ]]> */